Família do Engenheiro Eletricista e professor Arlei Bichels doa acervo bibliográfico para a biblioteca da Unifacear

 Em UNIFACEAR

Arlei Bichels durante palestra em 2003 na Facear.

Arlei Bichels era filho de imigrantes alemães  de Cerro Azul, PR. Por não se adaptar ao clima quente e úmido do Vale do Ribeira, seus pais o trouxeram a Curitiba, na  casa de seus tios. Cursou a educação básica no Colégio Santa Maria. Aluno exemplar, não teve dificuldade de passar no vestibular da UFPR, no curso de Engenharia Elétrica.

Antes de se tornar engenheiro, já tinha sido contratado pela Copel, onde fez uma brilhante carreira. Quando o CEFET abriu o curso de Engenharia Elétrica, Arlei Bichels passou a ministrar  aulas no turno noturno durante 30 anos.

Pelo fato de ser poliglota, (falava com fluência, inglês, alemão, espanhol, francês), Arlei Bichels servia de intérprete e cicerone para os engenheiros estrangeiros que vinham a Curitiba a negócios.

Por ser especialista em linhas de transmissão, Arlei supervisionava construção de Usinas Hidrelétricas da Copel.  Para dar conta disso, viajou pelos principais países do mundo, para estudar e trazer para a Copel o que há de mais avançado em tecnologia elétrica. Não  por acaso que a Copel  vem acumulando títulos como melhor produtora e distribuidora de energia elétrica do Brasil.

Em sua biblioteca particular encontramos enorme quantidade de revistas técnicas em inglês, alemão, espanhol, francês e português das últimas 4 décadas.

Os fins de semana, Arlei dividia entre o Sítio herdado dos pais em Cerro Azul e o aeroclube onde era paraquedista há 46 anos.  Ultimamente, Arlei já aposentado, costumava viajar todos os sábados a Paranaguá para saltar de paraquedas, seu único esporte desde a juventude.

O trágico dessa história é que no dia 23 de junho o paraquedas resolveu pregar-lhe uma peça ao não abrir como sempre fez durante 46  e  o engenheiro e professor Arlei Bichels  acabou perdendo a vida, enquanto fazia o que lhe dava mais prazer.

Casado com Regina Hagemeyr Biches, filha ex-combatente da Segunda Guerra Mundial,  Arlei era pai de dois filhos: Flávia, bacharela em Engenharia de Alimentos e André, bacharel em Publicidade e Propaganda.

Qual a relação de Arlei com a Unifacear?

Em 2003, no segundo ano de vida da então Facear, Arlei Bichels foi convidado pelo professor Nelson Lorenski, seu cunhado, a proferir uma palestra sobre produção e distribuição energia elétrica no Paraná, durante a Primeira Semana Acadêmica de Administração. 

Ao fazer o espólio dos bens deixados por Arlei Bichels, a família ofereceu os livros e revistas ao professor Nelson Lorenski que resolveu cedê-los à Biblioteca da Unifacear para que mais alunos e professores possam usufruí-los.

Temos certeza de que o grande profissional e professor Arlei Bichels, homem de fé e assíduo frequentador dominical da Igreja Santa Terezinha em Curitiba,  aprova  esta destinação do seu acervo bibliográfico.

Da direita para a esquerda: Reitor Murilo Andrade, Arlei Bichels e o ex-coordenador de Administração Demétrius Fernandes.

Posts recentes

Deixe um comentário